Perguntas Frequentes

 

SOBRE A TABELA SEINFRA

 

1 – O que é a Tabela Unificada SEINFRA?

 

Implantada desde 2001, pela Portaria N.170/SEINFRA, a Tabela Unificada SEINFRA é o resultado de uma trabalho de uniformização e padronização dos custos unitários de serviços relativos às obras de edificações, saneamentos, rodovias, portos e ferrovias, no âmbito do Estado do Ceará.

 

2 – Onde posso consultar os preços da Tabela Unificada SEINFRA?

 

A consulta pode ser realizada diretamente através do site: www.seinfra.ce.gov.br, na opção “Serviços”, localizada no canto superior direito do site. Então clicar em “Tabela de Custos” e escolher a tabela desejada, entre as opções apresentadas.

 

Ou o conteúdo pode ser acessado através do link “Edificações (Caderno de encargos e tabelas)”, encontrado na parte superior esquerda do site do DAE (www.dae.ce.gov.br).

 

Ao clicar em “Tabela de Custos”, o usuário será então direcionado ao site da Secretaria da Infraestrutura. Para escolher a tabela desejada, clicar em uma das opções apresentadas.

 

3- É possível obter as tabelas de preço dos serviços e dos insumos em arquivos individualizados?

 

Sim, através do site: www.seinfra.ce.gov.br

 

Na opção “Serviços”, no canto superior do site, clicar em “Downloads”.

 

Em “Transportes e Obras”, clicar em uma das tabelas de custos apresentadas.

 

Escolher a Tabela de Insumos desejada, para encontrar os insumos dos serviços.

 

Escolher uma das opções de Planos de Serviços para encontrar a tabela de custos unificada dos serviços.

 

4 – É possível obter “todas as composições dos serviços” em arquivo individualizado?

 

Sim, somente para a tabela de custos, versão 024 e em formato “PDF”.

 

Acessar o site: www.seinfra.ce.gov.br

 

Na opção “Serviços”, no canto superior direito do site, clicar em “Downloads”.

 

Em “Transportes e Obras” clicar em “Tabela de Custos – Versão 024”.

Clicar na opção “Tabela de Composições”.

Obs.: Irá aparecer o relatório, em formato PDF, de todas as composições da tabela 024, sem desoneração, isto é, com encargos sociais de 116,33%. São apresentados os insumos dos grupos: materiais, mão de obra e equipamentos (coeficientes e preços).

 

SOBRE O ESTÁGIO NO DAE

 

1 – Quem pode estagiar no DAE?

 

Estudantes do Ensino Médio público, cadastrados como JOVENS APRENDIZES no Programa Primeiro Passo da Secretaria do Trabalho em Desenvolvimento Social (STDS); ou CONCLUDENTES do 3º ano que devem ingressar no estágio curricular obrigatório exigido pelas Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs) ligadas à Secretaria da Educação (SEDUC).